Receba atualizações de notícias ao minuto sobre os temas mais quentes com a NewsHub. Instale já.

Aécio diz que "beira o ridículo" suposta ajuda de Pastor Everaldo em debates eleitorais

17 de Abril de 2017 11:56
35 0
Aécio diz que "beira o ridículo" suposta ajuda de Pastor Everaldo em debates eleitorais

Delator teria relatado que Odebrecht sugeriu auxílio ao tucano em 2014. Tucano nega o caso

O presidente do PSDB, senador Aécio Neves (MG), afirmou que "beira o ridículo" o suposto pedido de ajuda da Odebrecht feito ao então candidato do PSC à Presidência da República nas Eleições 2014, Pastor Everaldo (PSC), em debates televisivos na corrida eleitoral daquele ano.

O relator teria sido dado por um delator da empreiteira no âmbito das colaborações premiadas da Operação Lava Jato.

Em declarações à coluna Painel, da Folha de S.Paulo, nesta segunda-feira (17), o tucano negou que Pastor Everaldo o tenha favorecido com perguntas a ele próprio nos debates da TV.

— Queria o contrário: Que Dilma e Marina me perguntassem, e eu a elas.

Aécio lembrou ainda que as duas adversárias estavam na ponta da corrida eleitoral até a véspera do 1º turno, o que o isolou nos confrontos na TV.

— Se quisessem me ajudar de verdade, bastava não terem doado os R$ 150 milhões em caixa dois que dizem ter dado a Dilma.

Nas Eleições 2014, Aécio Neves recebeu 34.897.211 votos no 1º turno e foi para o 2º turno contra a petista Dilma Rousseff, que conquistou 43.267.668 votos. Dilma venceu o tucano na segunda fase do pleito e foi reconduzida ao Planalto para mais quatro anos de mandato.

Fonte: noticias.r7.com

Partilhe nas redes sociais:

Comentários - 0