Receba atualizações de notícias ao minuto sobre os temas mais quentes com a NewsHub. Instale já.

Conheça as histórias por trás dos brinquedos da mostra no Museu de Hábitos e Costumes de Blumenau

14 de Abril de 2015 10:03
7 0

Pessoas que emprestaram seus brinquedos para a exposição contam curiosidades sobre eles

Arthur Ângelo Kirsten, 15 anos, sempre foi um apaixonado por games. Tanto que os dois aparelhos que ganhou na infância — um Game Boy e um Super Nintendo emprestados para a exposição no Museu de Hábitos e Costumes — nunca foram deixados de lado.

— O Nintendo foi meu primeiro videogame, ganhei quando tinha quatro anos. Lembro que na época fiz uma cirurgia e só podia ficar em casa e no hospital, então passava os dias jogando — conta.

Os dedos ágeis de gamer, ele diz, passeavam pelas aventuras do desenho-animado favorito da época: Pokémon.

— Meu pai foi para a China quando eu tinha seis anos e trouxe o Game Boy. Até os 10 anos eu levava ele comigo pra todo canto, já que era portátil. Eu coleciono, gosto muito de videogames. E tenho ciúme (risos). É algo que eu cuidei tanto e que mantive tão bem conservado, não quero que isso se perca — finaliza.

— A gente fazia casinha no quarto, improvisava um berço, vestia e levava a boneca pra passear. É engraçado porque na época se seguia muito o modelo da mãe com as bonecas, e hoje em dia vejo que a minha filha tem a Barbie "independente", com carro, a mulher moderna — diverte-se Mônica.

Fonte: anoticia.clicrbs.com.br

Partilhe nas redes sociais:

Comentários - 0