Receba atualizações de notícias ao minuto sobre os temas mais quentes com a NewsHub. Instale já.

Conselhos para o cão não enlouquecer com os fogos

31 de Dezembro de 2018 10:00
111 0
Conselhos para o cão não enlouquecer com os fogos

Apesar da venda de foguetes barulhentos tenha reduzido em 20% nos últimos anos, ainda existem pessoas que seguem adquirindo esses produtos para comemorar a vinda do ano novo com muito barulho.

Todavia, o que para alguns os petardos são sinônimos de felicidade, para outros, como nossos cães, é uma verdadeira tortura. O medo do barulho forte atinge entre 30% a 40% dos cães. E podem ter repercussões físicas, levando até a morte, ou psíquicas. Não são raros os cães que pulam as janelas dos apartamentos buscando uma fuga impossível. Eles se apavoram com estrondos, tanto os naturais - como os trovões - como os artificias - foguetes. Para os primeiros, eles desenvolvem um senso - ainda não explicado pela ciência - de antecipação do trovão. Anteveem o estrondo e procuram um refúgio antes que o barulho chegue a nossos ouvidos e aos deles. Para os foguetes, essa capacidade de antecipação não existe, são imprevisíveis. Daí o susto e, em seguida, o ataque de pânico, o terror.

Fonte: campograndenews.com.br

Partilhe nas redes sociais:

Comentários - 0