Receba atualizações de notícias ao minuto sobre os temas mais quentes com a NewsHub. Instale já.

De olho nas eleições, ministro da Saúde promete intensificar liberação de emendas no 1º semestre de 2018

2 de Janeiro de 2018 11:10
47 0

Ministro Ricardo Barros durante evento em Santos (SP) em dezembro (Foto: Raimundo Rosa/Prefeitura de Santos)

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, disse ao blog que a ‘’nova ordem” no governo é executar o Orçamento de 2018 e liberar as emendas parlamentares já de olho nas eleições. A ideia, segundo ele, é que haja uma concentração da execução orçamentária no primeiro semestre para atender parlamentares, por causa do prazo permitido pela lei eleitoral para transferência de recursos.

“A nova ordem é executar orçamento de 2018, as emendas parlamentares de 2018. São outras emendas, começa agora tudo de novo. Só no dia 30 de dezembro foram R$ 438 milhões, mas de 2017. Daqui para frente, é liberar emenda parlamentar de 2018, na faixa dos R$ 7 bilhões de emendas parlamentares”.

O ministro afirma que a “lógica” de 2018 é que haja uma concentração de recursos aos parlamentares no primeiro semestre, porque 90 dias antes da eleição não se pode transferir recursos para os municípios.

“Neste ano, a lógica é que haja uma concentração de execução orçamentária até o prazo legal por conta do impedimento das eleições. Tende-se a executar muito o orçamento até junho. Depois, ficamos impedidos”, afirmou.

O ministro admite que as emendas - e outras “programações do governo"- como creches e estradas ajudam na busca de votos pela reforma da Previdência.

Fonte: g1.globo.com

Partilhe nas redes sociais:

Comentários - 0