Receba atualizações de notícias ao minuto sobre os temas mais quentes com a NewsHub. Instale já.

Dilma promete posto de saúde e creche em conjunto habitacional

10 de Novembro de 2015 18:10
6 0
Dilma promete posto de saúde e creche em conjunto habitacional

Presidente fez entrega de 300 apartamentos em Nova Friburgo, no RJ.Moradores acompanharam o discurso de Dilma nesta terça (10).

Durante toda a manhã desta terça-feira (10) foi montado um esquema de segurança para receber Dilma Roussef em Nova Friburgo, na Região Serrana do Rio. A presidente fez a entrega de 300 unidades habitacionais no Condomínio Terra Nova, em Conselheiro Paulino, e chegou na cidade por volta das 11h45. A operação para receber Dilma contou com militares do Exército, polícias federal e militar, bombeiros e agentes da secretaria de Ordem e Mobilidade Urbana.

Em 25 minutos de discurso, a presidente falou sobre os programas Bolsa Família e Minha Casa, Minha Vida. Dilma lembrou de sua visita à Nova Friburgo, em 2011, após a tragédia climática. "Me sinto comovida de estar aqui hoje. Lembro bem quando chegamos aqui naquele dia após a enchente, há quatro anos. Assisti cenas de grande solidariedade da população de Nova Friburgo. Pessoas que perderam seus familiares, com imensa dor", afirmou.

Dilma também prometeu construir um posto de saúde e creche para os moradores. “Firmo aqui, na presença do governador, esse compromisso. Creche é fundamental. Espero que aqui vocês tenham a tranquilidade de criar seus filhos, crianças e adolescentes”, afirmou a presidente.

O prefeito do município, Rogério Cabral, recebeu a presidente e pediu ajuda nos investimentos. "Já temos aprovado no Ministério das Cidades o projeto para 12 novas contenções de encostas e vamos pedir recursos para esse projeto. Também quero solicitar a liberação de verba para a revitalização do Centro de Nova Friburgo, orçado em R$ 20 milhões", disse o prefeito durante entrevista ao G1.

No total, foram investidos cerca de R$ 292 milhões na implantação do Terra Nova. O investimento do governo federal foi de R$ 163,5 milhões para a construção das unidades, enquanto o Governo do Estado investiu R$ 129 milhões na desapropriação, doação e obras de infraestrutura do terreno de 136 mil metros quadrados, além de aportar recursos na construção das moradias.

Cortado pela RJ-148 (Nova Friburgo-Riograndina), o terreno necessitou de serviços de terraplanagem, drenagem, contenção de encostas e reforço do solo, na parte superior, e terraplanagem, contenção, drenagem e aterro estaqueado na parte inferior.

Fonte: g1.globo.com

Partilhe nas redes sociais:

Comentários - 0