Receba atualizações de notícias ao minuto sobre os temas mais quentes com a NewsHub. Instale já.

"Estava cheio de homem e ninguém fez nada", diz irmã de mulher morta

5 de Novembro de 2018 12:47
14 0
"Estava cheio de homem e ninguém fez nada", diz irmã de mulher morta

Três irmãs suspeitas pelo crime estão foragidas. O caso aconteceu noite de ontem (4), na Vila Nova Capital

Em entrevista à reportagem, nesta manhã, Tatiane Alencar, 30 anos, irmã da mulher morta a facadas no Bar do Cidão, disse que o fato foi presenciado por várias pessoas, porém ninguém interveio para evitar a tragédia. “Estava cheio de homem e não fizeram nada”, lamentou.

Daniele Alencar Viegas, 29 anos, foi assassinada com duas facadas. Três irmãs suspeitas pelo crime estão foragidas. O caso aconteceu noite de ontem (4), na Rua Crispim Moura, na Vila Nova Capital, região sul de Campo Grande.

Conforme Tatiane, tanto Daniele quanto as duas das três irmãs consumiam bebida alcoólica no estabelecimento, quando a vítima e uma das suspeitas (adolescente) começaram a discutir e se agrediram. As envolvidas são vizinhas. “Elas já haviam discutido em outras ocasiões, mas não tinham chegado a esse extremo. Não sei o motivo da briga”, disse.

Ainda conforme Tatiane, Fernanda (uma das suspeitas), chamou a outra irmã, Viviane, que não estava no bar, mas mora próximo, e pediu para ela levar um faca.“A adolescente e a Viviane seguraram a Daniele, enquanto a Fernanda deu as facadas”, relatou. Ela reclama que sempre tem briga no bar do Cidão. A vítima deixou duas filhas de 7 e 12 anos.

Leia também: Jovem tentar matar irmã e cunhado a facadas durante discussão em Vilhena

Fonte: campograndenews.com.br

Partilhe nas redes sociais:

Comentários - 0