Receba atualizações de notícias ao minuto sobre os temas mais quentes com a NewsHub. Instale já.

Com estilos criativos e inusitados, rolimãs viram brinquedos de universitários

18 de Junho de 2017 11:25
28 0
Com estilos criativos e inusitados, rolimãs viram brinquedos de universitários

Os alunos trabalharam duro para criar os melhores carrinhos e garantir boas notas no final do semestre

"Nós somos um grupo de meninas na Engenharia, e muita gente ainda acha que mulheres não sabem pilotar, então projetamos esse carro rosa. Deu muito trabalho, não é fácil [construir]", conta Clara. O piloto escolhido para descer a rampa foi Gabriel. "Nós três somos estabanadas, mas o Gabriel vai pilotar o carrinho quebrando outro tabu: o da masculinidade, para mostrar que homem pode pilotar um carro rosa", brinca a estudante.

Outro carrinho com diferencial foi o criado pelos amigos Mateus Henrique Lima, 19, Renan Bregochi, 17. Jenilson Cruz, 18, Pedro Henrique Cerbino e Maurício Cerioli, 17. Com 22 quilos de chapa, o carrinho é todo fechado e ganhou patrocínio da empresa de engenharia e eletrônica Bosch. "Foi muito bom, a gente conseguiu até o interessa da empresa", exclamou Mateus.

Muitos dos participantes também receberam a ajuda dos pais, que tiveram uma infância mais ligada ao universo dos rolimãs. O mecânico Aguinaldo Santana, 50 anos, foi quem mais auxiliou o filho, Vinícius Cardoso, de 17. Juntos, eles criaram um carrinho cheio de sensores - incluindo um bluetooth na parte da frente. "O sensor de ré manda as medidas em polegadas e em centímetros para o celular", explica o acadêmico.

Fonte: campograndenews.com.br

Partilhe nas redes sociais:

Comentários - 0