Receba atualizações de notícias ao minuto sobre os temas mais quentes com a NewsHub. Instale já.

Estudo investiga se superstição motiva matança de tamanduás em MS

11 de Fevereiro de 2018 15:02
27 0
Estudo investiga se superstição motiva matança de tamanduás em MS

Na área rural, ainda é muito forte a crença de que a espécie atrai azar, o que estimularia atropelamentos e agressões.

Uma pesquisa inédita desenvolvida em Mato Grosso do Sul investiga até que ponto a superstição da população interfere na matança desenfreada de tamanduás-bandeira no estado. Parece mentira mas, em pleno 2018, muitas culturas preservam o hábito de agredir esses animais por acreditar que eles “atraem” azar.

A exemplo de animais como o gato preto e sua relação com má sorte, em países como o Brasil, Bolívia, Colômbia e Costa Rica é muito forte a crença de que o tamanduá-bandeira é portador de mau-agrouro.

“As crenças folcóricas levam a uma visão negativa da espécie”, explica a bióloga Mariana Catapani, à frente do projeto de doutorado “Da superstição à perseguição: os motivadores dos conflitos humano-fauna motivados por crenças de mau-agouro” pela USP (Universidade de São Paulo).

O trabalho foi motivado pelo alto número de relatos de moradores de áreas rurais sobre a ligação do animal como símbolo de azar, bruxarias.

Fonte: campograndenews.com.br

Partilhe nas redes sociais:

Comentários - 0