Receba atualizações de notícias ao minuto sobre os temas mais quentes com a NewsHub. Instale já.

Fiat Cronos: veja os preços e compare com 10 rivais para saber qual comprar

21 de Fevereiro de 2018 23:56
171 0
Fiat Cronos: veja os preços e compare com 10 rivais para saber qual comprar

+ Motor: 1.3 4-cilindros de 101/109 cv e 13,7/14,2 kgfm com gasolina/etanol (manual ou automatizado de cinco marchas); 1.8 de 135/139 cv e 18,8/19,3 kgfm (manual de cinco ou automático de seis marchas).

+ Pontos fortes: visual atraente; configuração 1.8 potente; câmbio automático muito bem calibrado; ótima dirigibilidade; itens de segurança; acabamento; volume do porta-malas.

+ Motor: 1.4 4-cilindros aspirado de 98/106 cv e 13/13,9 kgfm (câmbio manual de cinco ou automático de seis marchas).

+ Pontos fortes: visual; consumo; transmissão automática bem calibrada; bom porta-malas; conectividade; sistema OnStar; melhorias na estrutura da carroceria.

+ Motor: 1.0 3-cilindros turbo de 98/105 cv e 13,8/15 kgfm (câmbio manual de cinco marchas); 1.6 4-cilindros aspirado de 122/128 cv e 16/16,5 kgfm (câmbio manual de cinco ou automático de seis marchas).

+ Pontos fortes: visual; potência; direção precisa, apesar de hidráulica; transmissão automática bem calibrada; conforto; acabamento.

+ Motor: 1.5 4-cilindros aspirado de 102/107 cv e 14,3/14,7 kgfm (câmbio manual de cinco ou automático de quatro marchas).

+ Pontos fortes: elasticidade do motor; dinâmica de condução; preço mais acessível nas versões básicas; espaço geral na cabine; porta-malas de carro médio.

+ Motor: 1.5 4-cilindros aspirado de 105/110 cv e 14,6/14,9 kgfm (câmbio manual de cinco marchas).

+ Pontos fortes: preços mais acessíveis; controle de estabilidade nas versões mais caras; central multimídia com comando de voz intuitivo.

+ Motor: 1.6 4-cilindros aspirado de 115/118 cv e 15,9 kgfm (câmbio manual ou automatizado de cinco marchas).

+ Pontos fortes: motor modernizado e mais econômico; câmbio manual mais preciso; espaço da cabine e do bagageiro; sistema de conectividade fácil de mexer.

+ Motores: 1.6 4-cilindros aspirado de 111 cv e 15,1 kgfm (câmbio manual de cinco marchas ou automático CVT).

+ Pontos fortes: preços mais acessíveis; espaço na cabine; motor bem casado com a transmissão CVT; direção elétrica boa para manobras.

+ Motores: 1.8 4-cilindros aspirado de 111/106 cv e 17,7/16,8 kgfm (câmbio manual de cinco marchas ou automático de seis marchas).

+ Pontos fortes: bom espaço interno no banco de trás; maior porta-malas da categoria; lista generosa de itens de série; visual acertado após facelift.

+ Motores: 1.5 4-cilindros aspirado de 115/116 cv e 15,2/15,3 kgfm (câmbio manual de cinco marchas ou CVT).

+ Pontos fortes: porta-malas amplo; bom padrão de segurança (sete airbags); espaço interno; bom casamento do motor com câmbio CVT; valorização na revenda.

+ Motores: 1.6 4-cilindros aspirado de 125/128 cv e 15,8/16 kgfm (câmbio manual de cinco marchas ou automatizado de dupla embreagem e seis marchas).

+ Pontos fortes: segurança (controle de estabilidade em todas as versões e sete airbags na Titanium); boa lista de itens de série; conectividade.

+ Motores: 1.6 4-cilindros aspirado de 110/117 cv e 15,8/16,5 kgfm (câmbio manual de cinco marchas); 1.0 3-cilindros turbo de 115/128 cv e 20,4 kgfm (câmbio automático de seis marchas).

+ Pontos fortes: motorização moderna; desempenho; consumo; câmbios bem regulados; dirigibilidade; espaço de cabine e bagageiro; segurança (nota máxima no Latin NCAP).

Fonte: carros.uol.com.br

Partilhe nas redes sociais:

Comentários - 0