Receba atualizações de notícias ao minuto sobre os temas mais quentes com a NewsHub. Instale já.

Gustagol desencanta no Corinthians, mas Santos empata com gol contra

13 de Janeiro de 2019 22:26
98 0
Gustagol desencanta no Corinthians, mas Santos empata com gol contra

A estreia de Corinthians e Santos na temporada 2019 terminou empatada por 1 a 1. Neste domingo (13), os rivais paulistas fizeram um amistoso na Arena do Corinthians, em Itaquera, onde os dois técnicos puderam testar suas equipes antes do início das partidas oficiais. Gustagol desencantou e fez o seu primeiro gol pelo time alvinegro, mas o Peixe reagiu e igualou o marcador com gol contra de Pedro Henrique.

Com o empate, o time da casa acabou levando o Troféu Gylmar dos Santos Neves, pois o critério de desempate era o número de cartões amarelos e o Timão teve três, contra quatro do Santos.

O confronto também marcou as estreias de Fábio Carille e Jorge Sampaoli. Enquanto o primeiro retorna ao comando do Corinthians após passagem vitoriosa, o segundo é a grande aposta do Peixe para a temporada.

Retornando de empréstimo junto ao Fortaleza, Gustagol desencantou neste domingo. Mais que isso, o atacante correu, brigou e deu bastante trabalho aos santistas. Por outro lado, Vanderlei foi o grande destaque. O goleiro teve mais uma atuação segura e, com um milagre, impediu que o Corinthians abrisse 2 a 0 no marcador.

Primeiro substituto de Dodô em 2019, Orinho decepcionou principalmente no quesito defensivo. O ala sofreu com André Luis, que o driblou e achou Gustavo para abrir o placar. Não fosse Vanderlei fazer um milagre, a dupla corintiana repetira a dose em ação construída em cima do lateral.

O atacante retornou de empréstimo do Fortaleza com um incômodo jejum ainda de sua primeira passagem pelo clube paulista, em 2016: o de não balançar as redes. E o tento inédito veio rápido, com quatro minutos de jogo, e em parceira com André Luis. O atacante ex-Ponte deixou Orinho para trás e cruzou na medida. O camisa 19 subiu alto e cabeceou para abrir o placar.

Depois de levar um gol no começo da partida, o Peixe passou a ficar com a bola e propor mais e foi premiado. Após cobrança de falta de Jean Mota pela direita do ataque, Pedro Henrique subiu junto com Gustavo Henrique e acabou mandando contra a própria meta. Vendido no lance, Cássio apenas olhou a bola entrar.

O mando era do Corinthians em Itaquera, mas o Santos se portou como o time da casa ao propor o jogo no clássico. Uma amostra do que Jorge Samapoli pensa de futebol e quer implantar no Peixe. Embora a posse de bola muitas vezes tenha sido improdutiva, isso fez com que os santistas mantivessem o Timão longe do campo de ataque e o jogo mais controlado. Nessa nova forma de jogar, Alison precisou mudar seu posicionamento usual. O volante muitas vezes ficava entre os zagueiros Gustavo Henrique e Luiz Felipe, ajudando na saída de bola e liberando a subida dos laterais.

A dobradinha André Luis mais Gustagol estava funcionando bem e quase fez a equipe mandante ampliar a vantagem. Isto só não aconteceu porque Vanderlei fez um verdadeiro milagre em Itaquera. André Luis cruzou, Gustavo novamente venceu os defensores no alto e cabeceou, mas desta vez parou no goleiro rival, que fez uma linda defesa.

Mais cedo, neste domingo, o Corinthians anunciou que faria uma apresentação especial do elenco para a nova temporada. A ideia era fazer com que os jogadores passassem pelo meio da torcida, cerca de uma hora antes do jogo contra o Santos. Só que o público ainda era muito baixo na hora programada, então a entrada foi adiada. E acabou sendo uma ação discreta. Jogadores queridos como Cássio e Jadson foram ovacionados, assim como o técnico Fábio Carille, mas outros quase não levantaram nem sequer aplausos.

Aos 30 minutos do segundo tempo, o Santos preparava seis substituições. O auxiliar técnico Pablo Fernández passava as novas orientações para a defesa quando Gustavo Henrique correu para o banco de reservas. Sampaoli, ao vê-lo, pareceu se assustar, gritou para Luiz Felipe sair e Gustavo ficar, e logo correu com o preparador físico Carlos Desio para falar com o quarto árbitro, Rodrigo Pires de Oliveira. A princípio, Rodrigo gesticulava de forma brusca, mostrando que a alteração já havia sido feita e não poderia ser trocada. Após Sampaoli mostrar em um papel que havia solicitado a substituição certa, o quarto árbitro resolveu deixar o jogo seguir.

Os jogadores do Corinthians utilizaram uma maneira nada convencional para entrar ao gramado da Arena neste domingo. De um em um, atletas e comissão técnica desceram pelas arquibancadas do estádio e receberam os cumprimentos e apoio dos torcedores.

Contratado para ser a referência no ataque corintiano em 2019, Mauro Boselli não participou do amistoso pois resolve pendências no México. Mas o jogador de 33 anos deu um jeitinho para acompanhar a equipe em campo pela primeira vez na temporada: ele assistiu ao duelo por meio de um link na internet, como publicou em suas redes sociais.

Gols: Gustagol, aos 4', e Pedro Henrique (contra), aos 24 minutos do primeiro tempo.

CORINTHIANS: Cássio (Walter); Fagner (Michael Macedo), Pedro Henrique (Marllon), Henrique (Léo Santos) e Danilo Avelar (Mateus Vital); Richard (Douglas), Ramiro (Thiaguinho), André Luis (Gustavo Silva), Jadson (Araos) e Sornoza (Marquinhos); Gustavo (Roger).

SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz (Daniel Guedes), Luiz Felipe (Fabián Nogueira), Gustavo Henrique e Orinho (Yuri); Alison, Diego Pituca (Guilherme Nunes) e Jean Mota (Copete); Derlis González (Carlos Sánchez), Bruno Henrique (Yuri Alberto) e Felippe Cardoso (Eduardo Sasha).

Fonte: esporte.uol.com.br

Partilhe nas redes sociais:

Comentários - 0