Receba atualizações de notícias ao minuto sobre os temas mais quentes com a NewsHub. Instale já.

João Doria tem 53% e Márcio França 47% dos votos válidos em SP, diz Datafolha

18 de Outubro de 2018 22:27
64 0

Tucano é favorito no interior e pessebista na capital; eleitores de Skaf preferem candidato do PSDB

O candidato do PSDB ao governo de São Paulo, João Doria, lidera as intenções de votos na primeira pesquisa Datafolha sobre a disputa ao estado no segundo turno.

O tucano tem 53% dos votos válidos (conta que desconsidera nulos, brancos e indecisos) contra 47% do governador Márcio França (PSB), que disputa a reeleição.

No levantamento, feito nesta quarta (17) e quinta (18), foram ouvidas 2.356 pessoas em 73 municípios.

Se considerados os votos totais, Doria tem 44% e França, 40%. Ainda há 9% que pretendem votar em branco ou nulo e 7% que estão indecisos.

Há uma margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou para menos do total da amostra. Os candidatos estão no limite dessa margem e, por isso, o Datafolha considera baixa a probabilidade de estarem tecnicamente empatados.

Ex-prefeito de São Paulo, Doria teve 31,7% dos votos válidos no primeiro turno contra 21,5% de França.

O pessebista, que esteve em terceiro lugar nas pesquisas durante a maior parte da campanha eleitoral, conseguiu crescer e ultrapassar o emedebista Paulo Skaf, que acabou eliminado com uma diferença de menos de meio ponto percentual em relação a França.

Um dos motivos dessa ultrapassagem pode ser explicado porque, segundo o novo Datafolha, um quinto dos eleitores (21%) que foram votar no primeiro turno declararam que decidiram o voto para governador no fim de semana da eleição.

Apesar de Skaf atualmente apoiar França, a maioria das pessoas que dizem ter votado nele no primeiro turno prefere Doria: 54% contra 46%.

O tucano, que foi eleito à Prefeitura de São Paulo em 2016 e deixou o cargo para concorrer ao governo este ano, é mais bem votado no interior —se considerados apenas esses municípios, venceria por 60% a 40% dos votos válidos.

Mas ele perderia se consideradas somente a capital (60% a 40% dos votos válidos para França) e a capital e região metropolitana (56% a 44% também em favor do governador).

Estrategicamente, Doria tem tentado colar a sua imagem no candidato a presidente Jair Bolsonaro (PSL) e nacionalizar a disputa.

Isso se justifica pelos números: 72% dos eleitores que votarão no capitão reformado em São Paulo também votam em Doria.

França, que afirma que não irá votar no PT e se aliou a apoiadores de Bolsonaro nas últimas semanas, atraiu a grande maioria do eleitorado do petista Fernando Haddad (80% vota nele).

A pesquisa Datafolha está registrada no Tribunal Superior Eleitoral com o número SP-06938/2018 e foi contratada pela Folha e TV Globo. O nível de confiança, que é a chance de retratar a realidade, é de 95%.

Fonte: 1.folha.uol.com.br

Partilhe nas redes sociais:

Comentários - 0