Receba atualizações de notícias ao minuto sobre os temas mais quentes com a NewsHub. Instale já.

Novo laudo aponta que Carrie Fisher morreu de apneia e uso de drogas

17 de Junho de 2017 15:39
14 0
Novo laudo aponta que Carrie Fisher morreu de apneia e uso de drogas

Atriz morreu em dezembro do ano passado 

Um novo laudo sobre a morte de Carrie Fisher foi divulgado e confirmou que a atriz tinha diversas drogas no organismo e apontou apneia como a causa da morte. A atriz morreu no dia 27 de dezembro de 2016, depois de ter uma parada respiratória em um voo e ficar internada.

O novo laudo é do Instituto Médico Legal de Los Angeles. O anterior, que dizia que Carrie tinha morrido de problemas cardíacos, foi emitido pelo Departamento de Saúde Pública de Los Angeles.

A atriz, conhecida pelo papel como Princesa Leia em Star Wars, tinha um histórico de luta contra o vício em drogas e problemas mentais. O irmão da atriz, Todd Fisher, comentou com a imprensa que não ficou surpreso com os resultados do novo laudo. “Não há nada de revelador. As drogas que ela consumia eram recomendadas por médicos para tratar seus problemas de saúde”.

A filha de Carrie, a atriz Billie Lourd, escreveu um comunicado divulgado pela revista People, em que comenta os vícios da mãe e fala sobre a importância de pedir ajuda para encontrar a cura. “Minha mãe lutou com o vício em drogas e problemas mentas a vida inteira. Ela morreu por causa disso. Ela sempre foi aberta ao falar sobre isso e os estigmas sociais que cercam essas doenças. Ela falava sobre a vergonha que atormenta as pessoas e as famílias que enfrentam estes problemas. Eu conheço a minha mãe. Sei que ela iria querer que a morte dela encorajasse as pessoas a serem mais abertas sobre seus problemas. Procure ajuda, lutem por apoio governamental. Vergonha e estigmas sociais são os inimigos para o progresso e uma cura definitiva”.

Leia também: Autópsia revela que atriz Carrie Fisher tinha cocaína e heroína no organismo ao morrer

Fonte: diversao.r7.com

Partilhe nas redes sociais:

Comentários - 0