Bolt almeja 'triplo tri' e recorde dos 200 m no Rio-2016

17 de Abril de 2015 18:58

7 0

Rio de Janeiro, 17 Abr 2015 (AFP) - No Rio de Janeiro para participar do desafio 'Mano a Mano', o jamaicano Usain Bolt traçou metas ambiciosas para as Olimpíadas do ano que vem, na Cidade Maravilhosa: o terceiro ouro seguido nos 100, 200 e 4x 100 m e o recorde dos 200.

"Quebrar o recorde mundial dos 200 m, esse é um dos meus principais objetivos", admitiu o homem mais rápido numa entrevista coletiva, a dois dias da competição de exibição, onde disputará seu primeiro 100 m do ano, no Jóquei clube do Rio.

"Acho que vai ser difícil correr os 200 m em menos de 19 segundos nesta temporada, mas é algo que estou buscando. Será uma temporada complicada, mas quero treinar bem para não sofrer lesões até o fim do ano e começar bem o ano olímpico", explicou.

Recordista mundial dos 100 m (9.58) e dos 200 (19.19), o 'Raio' completou em Kingston sua primeira prova de 200 m desde 2013, em 20 segundos e vinte centésimo.

Dono de seis ouros olímpicos e oito títulos mundiais, Bolt disse em entrevista publicada nesta sexta-feira o portal Rio-2016, que estava muito motivado para ir em busca do recorde da distância.

"O recorde dos 200 m é certamente um dever para mim, então estou realmente focado em cumpri-lo", assegurou.

"São os Jogos Olímpicos, é o nível mais alto, portanto a competição será dura, mas eu estou muito animado porque a possibilidade de um recorde está sempre ali", ressaltou o velocista, que completará 30 anos no último dia dos Jogos.

Seu outro objetivo é se tornar o primeiro atleta da história a conquistar o terceiro ouro seguido nas três modalidades (100, 200 e 4x100).

"Este é um dos principais motivos pelo qual eu estou tão empolgado. Seria uma grande conquista para mim, então preciso aproveitar esta temporada para garantir que meu treinamento esteja correto para chegar lá no próximo ano. Tudo tem corrido bem até agora, e estou muito feliz", completou, avisando que está "em melhor forma que na última vez" que veio ao Rio, no ano passado.

Fonte: esporte.uol.com.br

Para página da categoria

Loading...