Bombeiros fazem rescaldo em supermercado atingido por incêndio

22 de Novembro de 2013 23:18

22 0

Bombeiros fazem rescaldo em supermercado atingido por incêndio

Trabalho ocorre durante esta noite para impedir novos focos de incêndio. Engenheiros avaliam necessidade de demolição da estrutura.

O Corpo de Bombeiros realiza na noite desta sexta-feira (22) o trabalho de rescaldo no supermercado Líder da Cidade Nova 6, em Ananindeua, destruído por um incêndio nesta madrugada. O trabalho é necessário para controlar completamente o fogo, já que ainda há focos do incêndio.

Durante toda a tarde, vários equipes da corporação estiveram no local para realizar a perícia. Alguns bombeiros chegaram a entrar no local para analisar o que provocou o incêndio, que teria começado por volta de 1h30. Segundo testemunhas, o fogo teria iniciado na parte de trás do prédio, onde fica o depósito.

Os moradores do entorno ficaram muito assustados e tiveram que sair de casa. “Fiquei muito triste, pensei até que ia morrer, porque explodiu aí”, disse Antônio Paulo Barbosa.

“A gente estava aqui dentro, dormindo, e minha sogra gritou. Foi quando viemos pra cá, mas ainda não tinha se alastrado o fogo”, disse Ana Téssia, dona de casa.

“Os bombeiros pediram para que a gente saísse de casa, porque a proporção do fogo estava s espalhando”, disse Maria Anunciação, dona-de-casa.

Todas as ruas em um raio de 200 metros foram interditadas pela polícia e os moradores retirados das casas pelos bombeiros.

“Eu vi pela televisão sempre incêndio, mas nunca pensei que ia passar por isso. Só Deus sabe como estou aqui”, disse uma moradora.

No quintal de uma das residências, os bombeiros montaram uma operação para combater o incêndio. Parte da estrutura do supermercado caiu em uma escola municipal, localizada próxima ao prédio. “A estrutura caiu entre a cozinha do colégio e a parte da igreja”, disse Marcelo Souza, porteiro.

O trabalho dos bombeiros foi intenso, já que havia riscos de desabamento. Durante a reportagem da TV Liberal, uma parte da estrutura no interior do prédio caiu e houve corre-corre. “Íamos fazer um combate por resfriamento, só que a marquise caiu antes que a gente entrasse. A gente estava com planejamento de entrar, mas graças a Deus ninguém entrou”, disse um bombeiro. (Veja vídeo acima)

Segundo o tenente coronel Walber Ferreira, do Corpo de Bombeiros, os moradores da área vão poder passar a noite nas suas casas, já que não há riscos.

Os engenheiros contratados pelo supermercado vão aguardar a conclusão do trabalho de rescaldo, para depois fazer uma avaliação e por fim decidir sobre a necessidade de demolição do prédio.

“Nós estamos avaliando os riscos de demolição, que existem, e por enquanto estamos aguardando resfriamento da estrutura, para fazer análise minuciosa para poder chegar em um parecer. Só restam duas paredes, a cobertura e outras lajes já foram demolidas”, disse.

Uma das estruturas apresenta muitas rachaduras.

Fonte: g1.globo.com

Para página da categoria

Loading...