carro brasileiro recebe 5 estrelas pela 1ª vez - Terra Brasil

27 de Novembro de 2013 16:00

48 0

carro brasileiro recebe 5 estrelas pela 1ª vez - Terra Brasil

A Latin NCAP divulgou nesta quarta-feira os resultados da quarta rodada de testes de colisões com carros fabricados na América Latina. Pela primeira vez, um veículo brasileiro recebeu cinco estrelas, o Ford EcoSport, em um “reteste” a pedido da fabricante, que adicionou um lembrete de cinto de segurança ao banco do acompanhante e patrocinou o teste de impacto lateral necessário para a nota máxima, que não foi feito nas rodadas anteriores.

De acordo com a presidente da organização independente, Maria Fernanda Rodríguez, houve progresso no nível de segurança dos carros na região. “De cinco testados, três são cinco estrelas e dois, quatro estrelas. Esta é uma mudança real que nos beneficia a todos: ocupantes de veículos, sistema de saúde, setor de seguros e governos”, afirmou em nota.

Outros dois modelos atingiram a classificação máxima: a terceira geração do Ford Focus, fabricado na Argentina, e o Volkswagen Jetta, feito no México. Ambos também levaram quatro estrelas para a proteção de crianças.

A Latin NCAP considerou um "reteste" a avaliação do Hyundai HB20S. A versão hatch tinha sido avaliada com três estrelas para passageiros adultos e uma estrela para crianças no banco traseiro. Após atualizações da fabricante, que melhorou a proteção das pernas e do peito do motorista, revisou a construção geral do carro e colocou à disposição cadeira Isofix, o modelo sedã nacional atingiu quatro estrelas para adultos e três para crianças.

Fabricado nos Estados Unidos, mas vendido em outros países da América Latina, o Chevrolet Malibu recebeu pontuação de quatro estrelas para o ocupante adulto e apenas uma estrela para a segurança da criança. O veículo testado era equipado com dez airbags, mas teve avaliação ruim para crianças, "já que as cabeças de ambos os dummies contataram a parte de trás do encosto dos bancos da frente", afirmou o Latin NCAP.

A organização esclarece que, mesmo quando o teste é "patrocinado" pela fabricante, o veículo é escolhido pela instituição em uma concessionária regular, e depois a montadora cobre os custos.

Fonte: m.terra.com.br

Para página da categoria

Loading...