Dilma: “Não podemos deixar que tudo o que conquistamos seja perdido”

29 de Setembro de 2014 22:37

2 0

Dilma: “Não podemos deixar que tudo o que conquistamos seja perdido”

Em visita à sua cidade natal, Belo Horizonte (Minas Gerais), nesta segunda-feira (29), última semana de campanha do primeiro turno, a presidenta e candidata à reeleição Dilma Rousseff, visitou o Aglomerado da Serra, conhecido como um dos principais projetos de seu partido na capital e lembrou que está em jogo no país, a manutenção ou a perda das conquistas pelos trabalhadores brasileiros.

“Não podemos deixar que tudo o que conquistamos seja perdido. Não podemos deixar que se volte atrás nos empregos, no aumento de salários. O Brasil saiu do mapa da fome! Não podemos voltar atrás”, afirmou Dilma.

Entre as conquistas garantidas aos trabalhadores brasileiros nos últimos quatro anos, Dilma sancionou a Política de Valorização do Salário Mínimo, ampliou o aviso prévio de 30 para 90 dias, aprovou a PEC das Domésticas e a PEC 81, que determina a desapropriação de terras sem qualquer indenização de propriedades urbanas ou rurais em que se constatar a prática de trabalho análogo à escravidão.

A presidenta também destacou a importância que Belo Horizonte teve para a sua formação política, tornando-se uma lutadora incansável por um Brasil mais igual e desenvolvido. “Fiz questão de vir aqui. Eu nasci e me criei nesta cidade, e daqui eu aprendi a olhar o povo deste país”, disse.

Ao lado do candidato do PT ao governo de Minas, Fernando Pimentel, Dilma usou uma pequena caminhonete para dar uma volta pela principal praça do conjunto de favelas, a Praça do Cardoso. Em discurso improvisado de pouco mais de três minutos, a presidenta mandou um recado aos eleitores ao pedir que no próximo domingo vão às urnas "com paz e consciência" na hora de decidir o voto "e não aceitem voltar para trás".

O Aglomerado de Serra é um conjunto de comunidades onde vive em torno de 50 mil pessoas. A região é uma das mais carentes da capital mineira e que recebeu as primeiras unidades do programa municipal Vila Viva. O programa foi gerido na gestão de Pimentel, quando administrou a Prefeitura de Belo Horizonte, e teve o apoio financeiro do governo federal, sob o comando do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Os investimentos do governo Dilma chegaram ao estado de Minas Gerais para mudar a vida da população para melhor. Em todas as áreas, foram investidos recursos para a redução da desigualdade, inclusão social, melhoria da educação e da saúde e infraestrutura. (Saiba mais sobre os investimentos em Minas Gerais, clicando aqui)

A candidata participa, ainda na noite desta segunda-feira (29), de uma caminhada no Campo Limpo, na zona sul da capital paulista.

Leia também: Venezuela: líder do parlamento diz que oposição não cederá a ultimato da Constituinte

Fonte: vermelho.org.br

Para página da categoria

Loading...