Estiagem causa demissão de 600 funcionários de usinas em Araçatuba

27 de Julho de 2014 14:04

11 0

Estiagem causa demissão de 600 funcionários de usinas em Araçatuba

Só em uma usina de Andradina, mais de 400 perderam o emprego.Baixa produção de cana por causa da seca é o principal motivo.

A estiagem, que já causou tantos transtornos e prejuízos, está comprometendo um dos setores que mais empregam na região: o de açúcar e álcool. A estimativa de queda na produção já provocou a demissão de centenas de trabalhadores.

O longo período de estiagem não afetou apenas a produção nos canaviais, mas também quem depende dela para se manter empregado. Com menos cana para colher e terra adequada para preparar o plantio, muitos trabalhadores rurais estão desempregados. Nos últimos dois meses pelo menos 600 funcionários foram demitidos na região de Araçatuba.

A área plantada pelo produtor rural Roberto Bispo em Araçatuba é igual a do ano passado, mas a expectativa para a colheita é diferente. Os 350 hectares devem produzir 20% a menos e, para ele, a falta de chuva impediu o desenvolvimento adequado do canavial. “Foi baixo o índice de chuva desde o início do ano, então a chuva não ocorreu e se vier não deve fazer nenhum benefício na plantação”, afirma o produtor.

Só em uma usina de Andradina (SP) mais de 400 perderam o emprego. O sindicato que representa os trabalhadores do setor estima que pelo menos 20% estão sem serviço. “Com o fator falta de chuva, não tem plantio, e outro resultado também é a contenção de despesas das usinas”, afirma Aparecido Guilherme de Mora, presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Araçatuba.

Não foram só as demissões que diminuíram os trabalhadores na área. Quem já previa uma situação como esta tomou cuidado e na safra passada, o produtor Roberto Bispo contratou 16 funcionários, mas nesta safra, apenas oito. “Você faz os tratos culturais em decorrer da lavoura pós-corte e automaticamente deixa de contratar, com número baixo de funcionários e não tem como absolver todos”, diz o produtor.

Segundo Cati, Coordenadoria de Assistência Técnica Integral, a estiagem na região de Araçatuba já dura três meses. As chuva registrada neste período teve apenas dez milímetros, quantidade insuficiente para ter algum efeito na agricultura.

Situação que de acordo com o especialista em economia Henrique Mazzei deve atingir a economia dos municípios onde essas pessoas moram e influenciar nos preços do álcool e do açúcar. “Toda demissão vira desemprego e, sem renda, você não tem consumo e os municípios são afetados com isso”, afirma Henrique.

Fonte: g1.globo.com

Para página da categoria

Loading...