Nadal sofre para eliminar Ferrer e pega Djoko na semi de Monte Carlo

17 de Abril de 2015 18:41

3 0

Monte Carlo, Mônaco, 17 Abr 2015 (AFP) - O espanhol Rafael Nadal travou uma batalha intensa de 2h44 com o compatriota David Ferrer, que superou por 6-4, 5-7 e 6-2, nesta sexta-feira, pelas quartas de final do Masters 1000 de Monte Carlo, e disputará uma vaga na decisão com um número um do mundo Novak Djokovic.

'Nole' teve bem menos trabalho, já que precisou de pouco mais de uma hora para levar a melhor no 'clássico dos Balcãs' com o croata Marin Cilic, atual campeão do US Open, que atropelou com direito a pneu no primeiro set (6-0, 6-3).

"Joguei oito primeiros games fantásticos, tentei continuar nesse embalo, mas ele mudou de estratégia e começou a jogar melhor. Isso me dá confiança antes do grande desafio de sábado", afirmou.

A semifinal colocará Nadal e Djokovic frente à frente pela 43ª vez. O último confronto também foi no saibro, na final da última edição de Roland Garros, vencida pelo espanhol.

Número 5 do mundo, o espanhol busca o nono título no Principado, para ganhar confiança rumo ao décimo troféu no Grand Slam parisiense.

Com o triunfo épico desta sexta-feira, Nadal vingou a derrota que sofreu para Ferrer na mesma altura da competição no ano passado.

"É uma grande vitória para o futuro", comemorou o espanhol de 28 anos, que teve um início de temporada complicado, mas está começando a reencontrar seu melhor tênis.

"Foi um jogo incrível, e consegui manter um altíssimo nível durante quase três horas. O duelo com Novak chega um pouco cedo na temporada, porque não pude manter muita regularidade nos últimos meses. Seu jogo quase atingiu a perfeição e ele é o grande favorito", completou.

- Duelo eletrizante -Muito agressivo do fundo da quadra, o 'Rei do Saibro' jogou com bastante lift, levando o adversário a cometer muitos erros não forçados (45, contra 29 de Nadal).

Desta forma, venceu o primeiro set com certa facilidade (6-4) e abriu logo vantagem de 3 a 0 no segundo.

Ferrer teve uma reação de orgulho conseguiu encostar (3-2), antes de ser atendido pela equipe médica por causa de uma bolha no pé.

Nadal chegou a sacar para a vitória, mas Ferrer foi valente e empatou em 5-5, antes de empatar o confronto ao fechar em 7-5.

O valenciano sofreu uma quebra logo no início da terceira parcial, teve várias oportunidades de devolver, uma delas no sexto game, quando seu lob caiu logo atrás da linha.

Depois de passar sufoco, Nadal conseguiu quebrar de novo e fechar em 6-2 este duelo espetacular, que empolgou a torcida.

Na outra semi, o francês Gael Monfils, algoz de Roger Federer nas oitavas, terá pela frente o tcheco Tomas Berdych, número oito do mundo.

Monfils venceu com autoridade o búlgaro Grigor Dimitrov, por 6-1 e 6-3, enquanto Berdych foi beneficiado pela lesão do canadense Milos Raonic, que já estava perdendo o primeiro set por 5 a 2.

Leia também: Roger nega preocupação com 3 jogos sem vencer: "Foi a primeira rodada"

Fonte: esporte.uol.com.br

Para página da categoria

Loading...