PF abre inscrição para concurso com 566 vagas

2 de Dezembro de 2013 01:03

60 0

PF abre inscrição para concurso com 566 vagas

Começaram neste domingo, 1º, as inscrições para o concurso da Polícia Federal, com oferta de 566 vagas para os níveis médio e superior.

As remunerações variam de R$ 3.316,77, para cargos de nível médio, até R$ 5.081,18, para superior. As inscrições podem ser feitas até o dia 23 de dezembro no site da Cespe (www.cespe.unb.br), responsável pela organização e aplicação do concurso. As taxas de inscrição custam R$ 60 e R$ 70.

Todos os aprovados trabalharão por 40 horas semanais, sob regime jurídico dos servidores civis da União. As 534 oportunidades para nível médio são destinadas a prover vagas em todos os estados do Brasil, com 15 delas na Bahia.

As 32 vagas para nível superior estão distribuídas entre os cargos de administrador, arquivista, assistente social, contador, psicólogo, engenheiro civil, eletricista e mecânico, com atuação apenas em Brasília.

Com a prova prevista para ser realizada em pouco mais de dois meses, os interessados em fazer o certame devem intensificar os estudos. Para todos os cargos, serão cobrados conhecimentos básicos de língua portuguesa, raciocínio lógico, noções de informática, de direito administrativo e constitucional na prova objetiva.

Para cargos de nível médio, a prova objetiva cobrará ainda conhecimentos de atualidade. Além da prova objetiva, os aspirantes às vagas de nível superior serão submetidos à avaliação discursiva.

O professor de concursos Fernando Bentes afirma que, embora faltem menos de 60 dias, é possível estudar todo o conteúdo das provas até a data da avaliação. "As matérias do edital não são extensas e o candidato pode recorrer a resumos e apostilas, fazendo aulas de cursinhos apenas nas matérias em que tenha mais dúvida. Para agente administrativo, por exemplo, são 12 matérias totais com um conteúdo bastante enxuto em cada uma delas, portanto, há tempo hábil de estudo", diz.

Além de estudar as disciplinas cobradas, o professor salienta a importância de realizar provas da Cespe para se familiarizar com o estilo de avaliação realizada pelo centro de seleção. "Cada banca tem um estilo, e a Cespe tem a característica de fazer armadilhas, com perguntas capciosas, para induzir ao erro", afirma o professor.

Outra dica importante é intensificar os estudos das matérias específicas, que valem 12 pontos, enquanto as básicas contam 10, segundo o professor de cursos para concurso Roberto Fonseca. A prova discursiva (nível superior) conta 13.

Fonte: atarde.uol.com.br

Para página da categoria

Loading...