Polícia da Islândia mata um homem pela primeira vez na sua história

2 de Dezembro de 2013 14:21

81 0

Este é um incidente «sem precedentes» na Islândia, declarou o director da polícia, Haraldur Johannessen, em conferência de imprensa em Reyiavik.

Este país, com uma população de apenas 322 mil habitantes, tem uma das menores taxas de criminalidade do mundo e os agentes da polícia usam as armas de forma muito excepcional.

A vítima era um homem desequilibrado de pouco menos de 60 anos de idade que, por razões desconhecidas, começou a disparar às 3:00 com uma caçadeira do seu apartamento na capital, onde morava sozinho.

Após a evacuação do prédio, a polícia tentou em vão entrar em contacto com o homem. Em seguida, lançou granadas de gás pela janelas para tentar detê-lo.

«Isto não funcionou e o homem começou a disparar novamente a partir das janelas do seu apartamento», explicou o director da polícia de Reykjavik, Stefan Eiriksson.

Uma equipa especializada conseguiu penetrar no apartamento às 6:00 e foi recebida com balas. Os polícias responderam ao ataque atingindo o homem, que não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital para onde foi levado.

«A polícia lamenta o incidente e expressa as suas condolências à família», disse Johannessen.

A polícia abriu uma investigação para determinar as razões que levaram o indivíduo a disparar e ver se este estava sob a influência de álcool ou qualquer substância.

Fonte: diariodigital.sapo.pt

Para página da categoria

Loading...