Príncipe Harry e os seus companheiros alcançam o Pólo Sul

13 de Dezembro de 2013 17:54

24 0

O grupo, que era composto por 12 soldados feridos no Afeganistão e no Iraque, alguns deles amputados, chegou ao Pólo Sul cerca das 12:00 TMG (12:00 em Lisboa), segundo a associação «Walking with the wounded».

A expedição era concebida, a princípio, como uma corrida de três equipas - Reino Unido, Estados Unidos e Commonwealth -, mas o cansaço de alguns participantes devido às dificuldades em terra levou ao abandono da ideia de competir.

No entanto, as equipas decidiram prosseguir até ao Pólo. Os soldados britânicos, norte-americanos, canadianos e australianos avançavam a um ritmo de 14 a 19 quilómetros por dia sob uma temperatura de -35ºC e ventos de cerca de 80 km/h, enquanto arrastavam trenós de 70 quilogramas.

Harry, de 29 anos e quarto na linha de sucessão ao trono britânico, era o chefe desta expedição.

O príncipe, que serviu no Afeganistão, anunciou que a missão terminaria nesta sexta-feira, dia 13, «o que traz má sorte a alguns, mas sorte a outros».

Numa mensagem de áudio divulgada na quarta-feira, Harry disse que estava um pouco cansado, mas que tinha encontrado o seu ritmo.

O marido da rainha, o príncipe Philip, e a sua filha Anne visitaram em diversas ocasiões o círculo Antártico, cujo território (sob soberania britânica) foi baptizado em 2012 como «Queen Elizabeth Land», embora o príncipe Harry tenha sido o único a alcançar o Pólo Sul.

Fonte: diariodigital.sapo.pt

Para página da categoria

Loading...