RS e China tratam sobre parcerias nas áreas de infraestrutura e energia

2 de Dezembro de 2013 10:31

38 0

RS e China tratam sobre parcerias nas áreas de infraestrutura e energia

Governador se reuniu com o embaixador brasileiro no país asiático. Tarso se encontrou com representante de fábrica de caminhões.

O governador Tarso Genro teve seu primeiro encontro oficial na viagem da comitiva gaúcha à China na tarde de domingo (1), em Pequim. Em conversa com o embaixador brasileiro no país asiático, o chefe do executivo estadual tratou sobre possibilidades de parcerias nas áreas de infraestrutura e energia. Estiveram na pauta da conversa tipos de modelagens financeiras para projetos como o metrô de Porto Alegre, a ERS-010, e os aeroportos 20 de Setembro e da Serra.

Segundo o embaixador, dois nichos de necessidades na China podem virar oportunidades para o Rio Grande do Sul. O primeiro, na área de energia, a partir do esgotamento e da limitação das fontes não renováveis na China; e o segundo, no campo da segurança alimentar, à medida que, com a intensa migração do campo para a cidade, a produção de alimentos tende a cair e se tornar insuficiente. A China produz atualmente 90% do que consome.

Também participaram do encontro na embaixada brasileira os secretários estaduais de Infraestrutura e Logística, João Victor Domingues, e Geral de Governo, Vinicius Wu, além do assessor de Cooperação e Relações Internacionais, Tarson Nuñez, do presidente da Agência Gaúcha de Desevolvimento e Promoção do Investimento (AGDI), Ivan de Pellegrin, do secretário adjunto da Agricultura, Claudio Fioreze; do presidente da CEEE, Gerson Carrion, o presidente do Badesul, Marcelo Lopes, o representante do BRDE, José Hermeto Hoffmann, e os deputados estaduais Marisa Formolo, Miriam Marroni e Raul Carrion.

Nesta segunda-feira (2), a comitiva gaúcha visitou a fábrica de caminhões Foton Motors. A montadora instalará uma unidade em Guaíba. O governador Tarso Genro fez também uma palestra na Universidade do Povo, em Pequim, falando sobre a política internacional e a conjuntura político-econômica do Brasil.

Fonte: g1.globo.com

Para página da categoria

Loading...