Saúde Itinerante realiza quase 25 mil atendimentos nos municípios de RR

27 de Julho de 2014 15:51

10 0

Saúde Itinerante realiza quase 25 mil atendimentos nos municípios de RR

Ação leva procedimentos especializados na Atenção Básica às cidades.13 localidades foram visitadas pelo menos uma vez com consulta e exame.

Para levar atendimentos médicos aos municípios de Roraima, é realizado periodicamente o Programa Saúde Itinerante, da Secretaria de Estado da Saúde de Roraima (Sesau). Neste ano já foram realizados 24.526 atendimentos e procedimentos nos primeiros sete meses. Fora a capital, dos 14 municípios, 13 foram visitados pelo menos uma vez com a oferta de consultas e exames especializados. Até o fim do ano, a expectativa é concluir a segunda rodada de visitas à cidades.

A ideia do programa é garantir a assistência de saúde especializada à população do interior. No primeiro trimestre deste ano, 13 municípios receberam a primeira rodada de visitas. Na maioria deles, as visitas passam não apenas pela sede, mas também em até duas das principais vilas, que em alguns casos, ficam distantes da sede dos municípios.

Entre as consultas ofertadas, foram 7.371 oftalmológicas, 2.069 ginecológicas, 342 endocrinológicas, 1.621 cardiológicas, 1.900 pediátricas, 1.908 dermatológicas, 266 ortopédicas, 1.385 urológicas, 262 otorrinolaringológicas e 1.977 na área de clínica geral. Também foram ofertados exames como ultrassonografias (2.267) e eletrocardiogramas (804).

Em junho, foi iniciada a segunda rodada de atendimentos. O último município pelo qual as equipes passaram foi Amajarí, onde foram registrados 701 atendimentos. A maior demanda foi na área da oftalmologia, com 163 pacientes para consultas e entrega de óculos. Neste semestre, a ação também já passou por Pacaraima e São Luiz. Em agosto, é a vez dos municípios de Rorainópolis e Caracaraí receberem a ação.

O secretário de Saúde em exercício, Alysson Lins, destacou que a Saúde Itinerante é um complemento às ações executadas pela atenção básica, uma vez que muitos municípios apresentam dificuldade em oferecer atendimento especializado. "Isso reflete no sistema de saúde como um todo e facilita a vida dos pacientes, que não precisarão se deslocar até a capital", pontuou.

Conforme, o diretor do Departamento de Políticas de Saúde Itinerante (DPSI), Erich Volney Berger, as ações itinerantes fazem parte de um calendário de atividades programado para 2014, que pretende atender a cada ação, uma região diferente, e com isso garantir acesso à saúde aos que vivem em locais distantes. "A iniciativa pretende atender dois municípios por mês para que até o final de 2014, todos os municípios recebam a segunda visita", enfatizou.

Fonte: g1.globo.com

Para página da categoria

Loading...