Travesti é ouvida por promotores e juiz sobre suspeita de tortura em DP

17 de Abril de 2015 19:04

4 0

Verônica foi presa por tentativa de homicídio e, depois, agrediu carcereiro.Defensoria suspeita que ela tenha sido torturada; polícia nega agressão.

A travesti Verônica Bolina foi ouvida nesta sexta-feira (17) pela Defensoria Pública e por promotores do Grupo de Atuação Especial de Controle Externo da Atividade Policial (GECEP), do Ministério Público (MP). Ainda nesta tarde ela seria ouvida por um juiz (no vídeo acima, o momento em que ela deixa a audiência).

Verônica foi detida na sexta-feira (10) por suspeita de tentar matar uma vizinha idosa. Depois, no domingo (12) arrancou a dentadas a orelha de um carcereiro dentro de um distrito policial. A Defensoria Pública diz haver indícios de que ela foi agredida e torturada no 2º Distrito Policial.

A Defensoria também questiona se ela foi coagida em gravações dentro do DP. Nos áudios, ela isenta os policiais de tortura. A gravação foi feita durante visita de representante de orgão vinculado à Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania do governo estadual.

Fonte: g1.globo.com

Para página da categoria

Loading...