Receba atualizações de notícias ao minuto sobre os temas mais quentes com a NewsHub. Instale já.

Sem Neymar, Tite pode fazer testes e mudar posição de Coutinho na Seleção

19 de Maio de 2017 22:00
21 0
Sem Neymar, Tite pode fazer testes e mudar posição de Coutinho na Seleção

A ausência de Neymar nos amistosos contra Argentina e Austrália fazem parte de um planejamento da comissão técnica da Seleção Brasileira para o atleta que emendeu competições por clube e seleção desde 2013. De lá para cá, todos os anos, o camisa 10 da Canarinho teve as férias encurtadas. Mas, além de pensar no físico e mental do atleta, a não convocação de Neymar também servirá como teste para a Verde-Amarela.

Desde que Tite assumiu o comando da Canarinho, Neymar não participou apenas de uma partida, contra a Venezuela, em Mérida, por estar suspenso. Na ocasição o treinador optou por puxar Philippe Coutinho para a esquerda, fazendo a função do camisa 10 e Willian na direita com Gabriel Jesus centralizado.

O treinador deixou claro que não ter Neymar também pode ser um tipo de preparação para o Brasil, lembrando que o atacante se lesionou nas quartas de final da Copa do Mundo de 2014 e na partida seguinte, sem ele, a Seleção sofreu uma goleada por 7 a 1 e foi eliminada do torneio.

"Uma equipe tem que estar preparada para as diversas situações do jogo. Falo de resultados negativos durante o jogo, estar vencendo, saber administrar, ficar feliz e não entrar em zona de conforto. Então, trabalhar não tendo o Neymar também é preparação".

A Neymardependencia definitivamente não parece estar presente na equipe de Tite, mas nada melhor do que um duelo contra a Argentina, que estará estreando um novo treinador, para mostrar o que o Brasil pode fazer sem o atacante.

Apesar de Coutinho poder assumir perfeitamente a função de Neymar, ao que parece, Tite pretende testa-ló também atuando mais centralizado e, talvez, um pouco mais recuado, algo parecido com a função de Renato Augusto. Sendo assim, Douglas Costa ou até mesmo Taison pode ocupar a função do camisa 10.

Além da ausência de Neymar, Tite também poupou a dupla de zaga titular o que pode fazer com que Thiago Silva, considerado um dos melhores zagueiros do mundo, ganhe mais alguns minutos com a Amarelinha e consequentemente mais confiança. Também poderemos avaliar o desempenho de Gil, figurinha constante nas convocações mas que pouco atua.

O Brasil encara a Argentina de Sampaoli no dia 9 de junho, em Melbourne, na Austrália. Quatro dias depois enfrenta a Austrália no mesmo estádio.

Fonte: goal.com

Partilhe nas redes sociais:

Comentários - 0