Receba atualizações de notícias ao minuto sobre os temas mais quentes com a NewsHub. Instale já.

Oito capacetes azuis da ONU mortos na RD Congo

16 de Novembro de 2018 08:17
68 0

Oito capacetes azuis foram assassinados e outros dez ficaram feridos durante uma operação militar conjunta com tropas da República Democrática do Congo contra rebeldes no leste do país, disse nesta quinta-feira um porta-voz da ONU.

Os soldados morreram durante a ofensiva iniciada na quarta-feira contra rebeldes das Forças Democráticas Aliadas (ADF), que atuam na região de Beni e seus arredores, em Kivu do Norte.

O secretário-geral da ONU, António Guterres, condenou os assassinatos em um comunicado e chamou os grupos armados a se desarmarem imediatamente.

Entre os mortos, sete capacetes azuis eram do Malaui e um da Tanzânia, que participavam na ação contra rebeldes das ADF, um grupo responsabilizado pela morte de centenas de civis desde 2014, e de 15 efetivos de tropas de manutenção da paz da Tanzânia em dezembro.

Ao menos 12 integrantes das Forças Armadas da República Democrática do Congo também foram assassinados, segundo a Missão da ONU no país.

O porta-voz da ONU, Stephane Dujarric, se negou a dar detalhes da operação conjunta, mas disse que estava vinculada aos esforços para combater o surto de ebola.

"Como sabem, há um surto de ebola nesta área e a insegurança tem sido um obstáculo para a resposta ao surto", disse.

A Missão das Nações Unidas na República Democrática do Congo (Monusco) conta com cerca de 17.000 soldados e policiais.

Fonte: anoticia.clicrbs.com.br

Partilhe nas redes sociais:

Comentários - 0