Receba atualizações de notícias ao minuto sobre os temas mais quentes com a NewsHub. Instale já.

Pabllo Vittar defende fã e briga com segurança durante show

9 de Maio de 2018 01:17
83 0

Drag queen brasileira foi ovacionada após proteger 'vittarlover'. Veja o vídeo!

Pabllo Vittar lotou uma casa de shows em Maringá, no Paraná, no último sábado, 5. Durante sua apresentação, enquanto cantava um de seus sucessos, um fã invadiu o palco para abraçar e tirar uma selfie com a drag queen brasileira.

Nesse momento, um segurança que estava na plateia prontamente tentou tirar a pessoa do palco, mas foi impedido justamente por Pabllo. Irritada com a agressividade do segurança, a cantora deu um tapa no braço do profissional e foi ovacionada pelos vittarlovers (como são chamados seus fãs).

Após o ocorrido, Pabllo não só tirou uma foto com a pessoa que estava no palco, como também o beijou no rosto (veja o vídeo abaixo).

Fernanda Souza recebeu Pabllo Vittar no terceiro episódio do programa Vai Fernandinha, do Multishow. Durante o bate-papo, a cantora rebateu as críticas em relação à sua voz. "Dou muita risada quando dizem: 'Ela é linda, mas a voz é muito chata'. Eu amo a minha voz! Ela é fina, aguda, diferente. É com essa voz que faço sucesso, que subo no palco e canto. Então amores, podem continuar falando porque eu amo a minha voz, se não gosta é só não ouvir", disse ela.

A drag queen também falou sobre o processo de descoberta de identidade de gênero na infância. "Nunca tive conhecimento. Na escola não falavam disso, minha mãe também não. Tudo que vinha era dos meus amigos mais velhos, que viam na internet e na TV. Fui por muito tempo crossdesser, sempre amei usar saia, elementos femininos, brinco. Já fui andrógina na adolescência, gostava de transitar. Quando descobri o gênero fluído, falei 'sou eu', a coisa do feminino tomou conta de mim. Gosto do feminino, do masculino, gosto de transitar, ser, estar.", afirmou Pabllo. "Eu gosto do meu corpo, eu me amo como sou. Não faria procedimento estético", concluiu ela, referindo-se à cirurgia de transição de gênero.

Fonte: caras.uol.com.br

Partilhe nas redes sociais:

Comentários - 0