Receba atualizações de notícias ao minuto sobre os temas mais quentes com a NewsHub. Instale já.

Polícia apreende 400 quilos de maconha em carro clonado com placas do Governo do Paraná em Araquari

30 de Agosto de 2017 12:03
136 0
Polícia apreende 400 quilos de maconha em carro clonado com placas do Governo do Paraná em Araquari

Durante fuga, veículo andou pela contramão da rodovia e colidiu em outros três automóveis

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu nesta terça-feira 400 quilos de maconha em um carro com placas e adesivo do Governo do Paraná. O veículo clonado foi apreendido no pedágio da BR-101, em Araquari, por volta das das 17h20.

A PRF foi informada, após denúncia anônima, que um veículo com adesivos da Secretaria de Saúde do Paraná, estaria vindo do Norte para o Litoral de Santa Catarina, carregando grande quantidade de drogas. Antes do veículo também havia um batedor — veículo responsável por fazer uma espécie de escolta.

Policiais aguardaram a chegada do carro ao pedágio. Durante a primeira tentativa de abordagem, foi parado o automóvel utilizado como escolta - um Gol com placas de Umuarama, no Paraná. O outro veículo conseguiu fugir da barreira.

Ainda na área do pedágio, o condutor fez uma manobra conhecida como `cavalo de pau¿, transitou na contramão e quebrou a barreira divisora de fluxos, seguindo em sentido Norte. Os agentes da PRF acompanharam o carro por aproximadamente 15 quilômetros.

Quando ele retornou para o sentido Sul da rodovia, transitando novamente até o pedágio, foi imobilizado. Durante o trajeto, o suspeito colidiu em outros três automóveis.Dentro deste veículo, foram encontrados aproximadamente 400 quilos de maconha.

O automóvel — modelo Pálio — era clonado com placas do governo do Paraná, mas foi originalmente emplacado em Joinville e estava com registro de furto¿roubo desde de fevereiro de 2015. O condutor do gol, 35 anos, e o condutor do Pálio, 37, foram encaminhados à Delegacia de Araquari, juntamente com os veículos e a droga.

Fonte: anoticia.clicrbs.com.br

Partilhe nas redes sociais:

Comentários - 0