Receba atualizações de notícias ao minuto sobre os temas mais quentes com a NewsHub. Instale já.

Prefeito e mais 3 têm bens bloqueados por improbidade administrativa

3 de Julho de 2018 19:47
36 0
Prefeito e mais 3 têm bens bloqueados por improbidade administrativa

Ação civil pública do MPMS afirma que prefeito utilizou serviço de hotel que seria propriedade da irmã

A Justiça decretou indisponíveis os bens do prefeito de Água Clara, Edvaldo Alves de Queiroz, da irmã, Neuradia Queiroz Medeiros, da cunhada Isabel Barbosa da Silva e da contadora de dois hotéis, Marcia Aparecida Vitor Reis. A juíza Camila de Melo Mattioli Gusmão Serra Figueiredo acolheu parcialmente o pedido de liminar do MPMS (Ministério Público Estadual).

O MPMS investiga suposto ato de improbidade administrativa pelo contrato de serviços do hotel Dois Irmãos, propriedade da cunhada, e da Pousada São Paulo, propriedade da irmã. Segundo o MP, a decisão deixou indisponíveis R$ 34.987,28 do prefeito, da cunhada e da contadora. A Justiça ainda deixou indisponíveis R$ 47.482,02 do prefeito e da irmã.

O inquérito investigava a contratação de serviços hoteleiros sem a realização de qualquer procedimento formal de dispensa ou inexigibilidade de licitação. Ainda segundo o promotor de Justiça, Felipe Almeida Marques, “o Hotel Dois Irmãos e a Pousada São Paulo emitiram notas fiscais à Prefeitura Municipal de Água Clara sem nenhuma comprovação formal de processo licitatório prévio, procedimento justificador de dispensa, empenho de despesas, contrato administrativo ou qualquer outro procedimento formal”.

Fonte: campograndenews.com.br

Partilhe nas redes sociais:

Comentários - 0