Receba atualizações de notícias ao minuto sobre os temas mais quentes com a NewsHub. Instale já.

Prefeitura exonera servidor suspeito de cobrar vantagem para acelerar processos

5 de Novembro de 2018 21:12
69 0
Prefeitura exonera servidor suspeito de cobrar vantagem para acelerar processos

O prefeito Marcelo Iunes (PSDB), de Corumbá –a 419 km de Campo Grande– exonerou da função de servidor comissionado Marcelo Rondon de Andrade, que estava lotado na Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Sustentável e foi preso na quinta-feira (1º) durante a operação Torre de Babel. Ele é suspeito de corrupção passiva, por cobrar vantagens indevidas para dar celeridades a processos de obras que dependiam de autorização do município.

A exoneração de Andrade foi publicada nesta segunda-feira (5) no Diário Oficial de Corumbá. Segundo o delegado Luca Venditto Basso, os valores cobrados variavam de R$ 1,5 mil a R$ 2 mil por processo. Marcelo, conforme relatou o Diário Corumbaense, ainda estaria reduzindo valores do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) indevidamente de determinados contribuintes.

Durante o cumprimento dos mandados de prisão e de busca e apreensão na Torre de Babel, descobriu-se também que o acusado praticava furto de energia na sua casa. Uma equipe da Energisa foi acionada depois da descoberta do “gato” –que configura furto de energia elétrica. As investigações sobre o caso continuam.

Fonte: campograndenews.com.br

Partilhe nas redes sociais:

Comentários - 0