Receba atualizações de notícias ao minuto sobre os temas mais quentes com a NewsHub. Instale já.

Refúgio Biológico mostra primeiras imagens de onça nascida em cativeiro

11 de Janeiro de 2017 21:29
9 0
Refúgio Biológico mostra primeiras imagens de onça nascida em cativeiro

Irmã dela, que nasceu na mesma ninhada morreu sufocada pela mãe.Biólogos acreditam que a mãe tenha deitado sobre a oncinha para protegê-la.

O Refúgio Biológico de Itaipu, no oeste do Paraná, divulgou nesta quinta-feira (11) as primeiras fotos de uma das duas onças nascidas no local, no fim de dezembro. A outra oncinha, segundo os biólogos do refúgio, foi encontrada morta próxima à mãe, a onça Nena, que vive no local. A suspeita é de que a mãe tenha se deitado sobre o filhote.

Os biólogos acreditam que isso pode ter acontecido pela falta de experiência de Nena como mãe ou porque ela tenha tentado proteger os filhotes do barulho de fogos de artifício durante o Revéillon. As duas oncinhas nasceram no dia 29 de dezembro.

Esta foi a primeira vez que onças-pintadas nasceram no Refúgio Biológico de Itaipu. A reprodução foi possível após a chegada da onça Nena, que cruzou com o macho Valente, morador antigo do local.

Assim como a mãe, a oncinha que sobreviveu tem os pelos negros. Os biólogos acreditam que ela tenha nascido com um peso entre 700 e 900 gramas. O crescimento dela nesses primeiros dias está dentro do esperado.

No caso de Nena, ela foi retirada do convívio com visitantes, junto com o filhote. As duas onças devem permanecer assim pelo menos neste primeiro mês de vida da oncinha. Tal como ocorre na natureza, o filhote não terá contato com o pai. Quando crescer, ela deverá ser transferida para outro local, enquanto os pais ficarão, para que seja tentada uma nova reprodução entre eles.

Fonte: g1.globo.com

Partilhe nas redes sociais:

Comentários - 0