Receba atualizações de notícias ao minuto sobre os temas mais quentes com a NewsHub. Instale já.

Rica em figurino, mostra apresenta estilo que une dança árabe, cigana e flamenca

22 de Setembro de 2018 12:59
62 0
Rica em figurino, mostra apresenta estilo que une dança árabe, cigana e flamenca

O ATS, American Trible Style, e o Tribal Fusion fazem museu vibrar com snujs nos dedos e improvisação nos movimentos

"O ATS só existe em grupo. O Tribal Fusion é como se fosse um filho, uma derivação,do ATS, e é dançado sozinho, ou seja, apenas uma dançarina em palco", conta. Especialista como Joline Andrade e Lukas Oliver estão em Campo Grande para participar do evento.

Mesmo que o nome do grupo, Mahila, signifique mulher em hindi, homens também podem dançar. "O ATA empodera as mulheres ao colocá-las em grupos, ao despertar o nosso íntimo. Todos os corpos podem dançar, independente se gordos ou magros".

Ainda de acordo com Morgana, o estilo foi desenvolvido por Carolena Nericcio em São Francisco (CA), em meados dos anos 80. "Elas improvisam com base em um repertório de passos comum a todas". Carolena Nericcio foi aluna por muitos anos de Masha Archer, que por sua vez foi aluna de Jamila Salimpour. Esse “trio” foi o responsável pelo começo do “movimento Tribal” que atualmente conhecemos.

O festival começou ontem, com apresentações das alunas e dos convidados que ministrarão workshops no evento. Lilian Kawatoko, por exemplo, ministra workshop amanhã, às 13h30, com o tema "Prop de Pandeiro e Técnicas de Spins". "O público alvo para este workshop são estudantes de ATS, Tribal Fusion e quem pratica danças com fusões de estilos, no geral".

Fonte: campograndenews.com.br

Partilhe nas redes sociais:

Comentários - 0