Receba atualizações de notícias ao minuto sobre os temas mais quentes com a NewsHub. Instale já.

Suíços aprovam em referendo bloqueio de sites estrangeiros de jogos de azar

10 de Junho de 2018 13:56
22 0

Os suíços aprovaram uma lei que proíbe o acesso a páginas da web de apostas e loterias no exterior e autoriza apenas os sites registrados na Suíça, de acordo com estimativas do resultado do referendo realizado neste domingo.

O instituto de pesquisas gfs.bern, citado pela televisão pública RTS, atribui 72% dos votos ao 'sim' a favor desta lei que favorecerá os cassinos e loterias da Suíça.

Uma coalizão liderada por organizações de jovens de vários partidos reuniu as 50.000 assinaturas necessárias para que o texto fosse submetido a um referendo.

Seus adversários consideram que esta lei usa "métodos de um Estado autoritário" e a acusam de "censurar a internet". "Cria um precedente muito perigoso", disse à AFP Luzian Franzini, co-presidente da Juventude Verde da Suíça e responsável pela campanha do não.

O governo suíço recomendou, por sua vez, que os eleitores votassem a favor da lei, que já foi aprovada pelo parlamento, garantindo que permitirá adaptar a legislação atual à era digital e combater o vício em jogos.

A lei é oficialmente destinada a combater esses vícios, mas trata-se na realidade de uma maneira de alimentar os cofres do Estado com uma parte dos 250 milhões de francos suíços (215 milhões de euros) que os suíços gastam em jogos online propostos por sites estrangeiros.

A lei, que entrará em vigor no próximo ano, vai agora taxar todos os jogos autorizados na Suíça, incluindo jogos online, para continuar alimentando um fundo anti-dependência, além da previdência social e programas culturais e esportivos.

Leia também: Governador autoriza nesta 2ª-feira construção de 196 casas no norte de MS

Fonte: anoticia.clicrbs.com.br

Partilhe nas redes sociais:

Comentários - 0