Receba atualizações de notícias ao minuto sobre os temas mais quentes com a NewsHub. Instale já.

UFSC, na defensiva, apanha calada

11 de Fevereiro de 2018 17:07
23 0

Cinco meses após a deflagração da Operação Ouvidos Moucos na qual, em uma atitude considerada arbitrária, foi preso e exposto a uma situação vexaminosa o ex-reitor da Universidade Federal de Santa Catarina, Luís Carlos Cancellier de Oliva, levando-o ao suicídio, a UFSC mantém-se na defensiva.

Prestes a iniciar o ano letivo de 2018, continua com quatro professores e dois servidores impedidos de ingressarem no campus. Não veio a publico nem mesmo para rebater acusações indevidas fruto de descriminação contra um carteiro e uma ex-armazenista. Enquanto as investigações se arrastam, a Universidade, a despeito da vontade manifesta de parte do seu corpo docente, apanha calada.

Fonte: jb.com.br

Partilhe nas redes sociais:

Comentários - 0